3 de novembro de 2015

Amamentar é coisa de mãe

Já faz tempo que o facebook deixou de ser minha rede social favorita, principalmente quando percebi que os meus "amigos" se achavam no direito de expor toda e qualquer tipo de opinião mas quando o inverso acontecia, me julgavam e chegavam até mesmo a desfazer a amizade pura e simplesmente por eu não concordar com os textos enormes e sem fundamento que eles compartilhavam. Honestamente, esse tipo de gente não me faz falta alguma.
Venho me afastando da rede social, mas vez ou outra dou uma passada de olhos na linha do tempo para ver o que os amigos tem a dizer e compartilhar, eis que uma amiga compartilha essa publicação:



Não sou de comentar a opinião de ninguém quando não sou a favor, porém essa publicação em especial me deixou um pouco fora da caixinha. Queria em primeiro lugar pontuar alguns trechos e comentar.

"Pobre fazendo pobrice! Vai em um bairro nobre, ou em um restaurante fino pra você ver se encontra uma mulher com o peito pra fora? Jamais! Elas levam amadeira! Como eu fazia! Ou no minimo colocam uma fraldinha pra tapar o peito! Isso se chama bom senso! Essa ridicula ai está querendo aparecer"

O comentário começa com uma afirmação preconceituosa e termina com outra mais sem noção ainda.
A amamentação é um ato natural e constitui a melhor forma de alimentar, proteger e amar o bebê. É preciso quebrar o tabu de um processo tão natural e bonito.
Por que colocar um pano sob o rosto da criança? Sugiro que antes de dizer uma bobagem dessa você faça uma refeição - já que a amamentação nada mais é que alimentar uma criança - em um local isolado - como banheiros e fraldario por exemplo - e com um pano sob seus olhos.

" E outra, depois dos 6 meses a criança já começa a comer outros tipos de alimentos e não é necessário ficar amamentando a qualquer momento e em qualquer lugar! Essa historia de amamentação é um programa de incentivo do governo pra fazer as coitadas das pobres virarem umas vacas leiteiras e ficar amamentando até 2 anos de idade! Economia para o governo! Imagina se toda a pobraiada que se empenca de filhos resolvessem dar NAN para toda a sua penca? O governo tava lascado! Eles incentivam a amamentação e cada uma que se vire com os peitos mesmo, agora quem tem dinheiro não segue esse incentivo. Eu nunca amamentei meu filho e ele é lindo e saudavel! O NAN hoje em dia é completamente igual ao leite materno em questão de nutrição! Hoje em dia não te mais necessidade de amamentar dessa maneira! O mundo ta evoluindo gente ! Só que custa muito caro!

O leite materno contém todas as proteínas, açúcar, gorduras, vitaminas e água que o bebê necessita para ser saudável, além de glóbulos brancos e anticorpos que o leite em pó não consegue incorporar.
Além de proteger o bebe de doenças e infecções - Otites, alergias, vômitos, diarreia, pneumonia, bronquiolites, meningites - também ajuda no desenvolvimento mental, é mais facilmente digerido, faz com que seja criado um vinculo emocional muito forte entre a mãe e a criança e melhora a formação da boca e o alinhamento dos dentes do bebê.

É verdade que amamentar é mais barato, porém também trás benefícios para a mãe, entre eles:
* Deixa a mãe mais segura e menos ansiona;
* Faz queimar calorias e por isso ajuda a mulher a volta mais depressa ao peso que tinha antes de engravidar;
* Ajuda o útero a regressar ao seu tamanho normal mais rapidamente;
* A perda de sangue depois do parto acaba mais cedo;
e etc.

O uso de leite em pó trás riscos ao bebê  ao contrário do que a moça diz em seu texto,
* Os leites usados habitualmente são feitos a partir do leite da vaca, por essa razão aumenta-se o risco de alergia ao leite de vaca.
* As crianças alimentadas correm maior risco de desenvolver alergias, infecções e doenças respiratórias.

É triste ver que mesmo com fácil acesso a informação ainda existam pessoas que preferem viver na ignorância. Ser mãe é uma dádiva, quando decidimos colocar uma vida no mundo temos a responsabilidade de proporcionar-lhes bons sentimentos e boas coisas. Amamentar é de graça e só trás benefícios, independentemente da sua classe social e poder aquisitivo.

Amamentar não é coisa de pobre, é coisa de mãe!

Vamos inundar a internet com fotos e relatos desse momento mágico, use a hastag #pobrefazendopobrice e conte sua historia e experiencia com a amamentação.


"Alias de todas as pobrezas que eu já conheci no planeta, a que menos me assusta é de dinheiro. As outras pra mim são uma vergonha, pobreza de solidariedade, de humanidade, de sentimento e de criatividade, são muitas pobrezas. A de grana é a mais fácil, não é agradável, é desagradável, mas é a mais fácil de tratar" 
Eduardo Marinho


-- Fonte de pesquisa: Leite Materno

2 comentários:

  1. Nossa, eu fiquei chocada. Por isso que de vez em quando eu dou um tempo de Facebook, fica difícil de aguentar certas coisas. Parabéns pelo post, beijos!
    www.marinadeandrade.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Marina,
      o pessoal pensa que internet é terra sem lei, que se pode ser preconceituosa sem nenhum tipo de consequencia
      além de estar compartilhando informações sem fundamento quanto a saúde do bebê!

      Lamentavel.

      beijos

      Excluir

Link do seu blog - créditos

Tema Base por Butlariz